De Casa em Casa / Galeria Murilo Castro

Sem título-1

Obscenidades para donas de casa / Atelier Subterranea

Claudia Barbisan - Marianne

No dia 26 de abril, sábado, às 18h, acontece a abertura da exposição Obscenidades para donas de casa, de Amélia Brandelli e Cláudia Barbisan, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745 Porto Alegre). Parte do projeto Atelier como espaço de conversa, contemplado pelo Prêmio Mulheres nas Artes Visuais, da Funarte, a exposição busca colocar em diálogo as produções das duas artistas gaúchas e criar um espaço de conversa bem-humorada entre obras que lidam com diversos aspectos do universo feminino – da afetividade à obscenidade, do corpo ao erotismo. No dia da abertura (26/4),  às 17h, as artistas participam de uma conversa mediada pela curadora da exposição e proponente do projeto, Lilian Maus. A mostra fica em cartaz até o dia 23 de maio.

Sobre o projeto: Além de Obscenidades para donas de casa, também faz parte do projeto Atelier como espaço de conversa o livro de entrevistas “A Palavra está com elas”, realizado com diversas mulheres envolvidas no campo da arte contemporânea (Glória Ferreira, Fabiana Faleiros, Vera Chaves Barcellos, Beatriz Lemos, Maria Helena Bernardes, Francisca Caporali, Samantha Moreira, Lia Menna Barreto, Bruna Fetter e Cristiana Tejo). O lançamento da publicação bilíngue acontece na Subterrânea, no dia 15 de maio, com performance da artista Fabiana Faleiros, instalação de Olga Robayo e mesa redonda com Francisca Caporali e Samantha Moreira. Uma oficina de curadoria ministrada por Beatriz Lemos, entre 8 e 9 de maio, também compõe o cronograma de atividades do projeto.

Temporada de Projetos 2014 / Paço das Artes

unnamed2

Entre Saltos – Coletivo PI / Casa de Cultura Mario Quintana

10155367_844501472232675_3202404109783665267_n

A Invenção da Praia / Paço das Artes

unnamed1

A Luz a Serviço da Arte – Café com Arte / Atelier Livre

10177251_731115030274542_3132333780276399286_n

II Seminário INternacional Arte e Natureza / Paço das Artes

unnamed3

Desdobramentos da Natureza / Espaço IAB

covite desdobramentos

Abertura de Expoisições / Galeria Vermelho

unnamed

Existe um fio que não se rompe / Galeria Fernandes Naday

unnamed22

Mario Röhnelt / MARGS

1979565_852399881443344_224872575_n

Mario Carneiro – Transitos / Fundação Ibere Camargo

10174883_646513078737235_7731827141667367428_n

Maria Tomaselli / Centro Cultural Correios – RJ

image004

O Centro Cultural Correios inaugura dia 9de abril, às 19h, a exposição Maria Tomaselli. A mostra, com curadoria de Denise Mattar, apresenta a obra recente da artista austríaca radicada em Porto Alegre, e ao mesmo tempo traça um panorama de seu percurso. Serão apresentadas 25 pinturas de grandes formatos, seis álbuns de gravuras, além de desenhos e um vídeo sobre a instalação Oca-Maloca, vencedora do prêmio aquisição do Museu de Arte de Brasília em 1990.  Nos fins de semana serão oferecidas ao público oficinas coordenadas por arte educadores.

A maior parte das obras apresentadas é inédita, pois o foco da exposição concentra-se na produção recente da artista realizada sobre lona. Maria Tomaselli costuma assinar seus trabalhos apenas com suas iniciais TO, e por isso deu à série o bem-humorado nome de “TO na Lona”. Nela a artista trabalha com lonas de caminhão usadas aproveitando remendos e furos como ponto de partida. E, usando o conceito dos “segredos”, que permeia sua obra, acrescenta às superfícies detalhes em desenho, pintura, e gravuras – impressas também sobre lona. O resultado são trabalhos de grande impacto visual, mas que só se desvendam aos poucos, num segundo olhar.

A exposição revela a intensidade da obra de Maria Tomaselli, uma artista ousada, que domina a cor como poucos, e que sabe ao mesmo tempo tocar e sensibilizar o expectador com sua delicadeza. A curadora Denise Mattar sintetiza: “Maria é uma artista criativa, profusa, densa e iconoclasta. Sem medo de errar, de ousar, gritar e ao mesmo tempo capaz de sutilezas e lirismos emocionantes.”.

A mostra traça o percurso da artista, do desenho para a gravura, da pintura para a escultura e mostra também como tudo isso é integrado e produzido ao mesmo tempo por ela. Sua criatividade sempre extrapolou limites levando-a a criar as Cartas-Surpresa (telas que se desdobram), as Clarkianas (esculturas e objetos em tela) e a Oca-Maloca (1985), uma instalação a partir de uma criação coletiva, realizada numa época em que esses conceitos praticamente não existiam.

Nas décadas de 1970 a 1990 a artista participou ativamente da cena artística carioca e paulista recebendo os mais importantes prêmios em gravura, desenho e pintura. Depois disso residindo em Porto Alegre deixou de ter sua obra acompanhada de perto pela crítica, embora sua qualidade de produção e criatividade continuem as mesmas.

Apesar de suas raízes europeias, a arte da austro-brasileira amadureceu e tomou forma no Brasil. Casou-se com o intelectual gaúcho Carlos Cirne-Lima e mudou-se para Porto Alegre, onde teve como mestres Iberê Camargo e Danúbio Gonçalves. Mais tarde, durante o período em que viveu no Rio de Janeiro, estudou gravura em metal com Eduardo Sued, no MAM, e Anna Letycia, no Ingá. Em Olinda, onde também morou, aprimorou sua técnica na Oficina Guaianases. Após muitas mudanças, motivadas pela perseguição de seu marido pelo regime militar, Tomaselli retornou à capital gaúcha – da qual se tornou cidadã honorária, em 1989 – e hoje trabalha no mesmo ateliê de quando veio pela primeira vez para o país.

A exposição Maria Tomaselli é uma rara oportunidade de ver em conjunto a obra dessa grande artista, considerada uma das mais significativas do Brasil.

 

Maria Tomaselli

Curadoria: Denise Mattar

Abertura: 9 de abril às 19h

Exposição: 10 de abril a 18 de maio de 2014

Terça a domingo 12h às 19h – Entrada Franca

Centro Cultural Correios

Rua Visconde de Itaboraí 20 – Centro

Tel. 2253-1580

 

 

Véu de Verônica / Pinacoteca da Feevale

MAIL_MKT_VEU_DE_VERONICA-01

2º Pão de Forma / Comuna – A Bolha Editora

1012095_486787244776657_1690782378_n

PÃODEFORMA é uma feira de arte impressa, de livros, zines e múltiplos gostosos e independentes, que pretende dar visibilidade a novos trabalhos e/ou à produção editorial que dificilmente seria encontrada dentro de um circuito comercial.

A primeira edição acontecerá num casarão de 8 quartos, 5 banheiros e 1 piscina na rua Martins Ferreira, em Botafogo.

A entrada é franca mas sugerimos um apoio de R$ 2 ou R$ 5 caso esteja se sentindo feliz no dia do evento. :)
Traje de banho opcional.

-
Quando : 10 e 11 de agosto, das 15 h às 22 h

Onde : Martins Ferreira 22. Botafogo. Rio de Janeiro.

Mais informações :
http://feirapaodeforma.tumblr.com/
-

/ uma inciativa da Comuna & A Bolha Editora /

APOIO: Estúdio Baren / DoBem

Vontade: Para Tudo na Vida / MACRS – Hospital de Clínicas

1620714_703136323062697_185475248_n

Giro / Galeria Mamute

1977022_613114612110003_1514414901_n

Rede Arteria – Circuito Centro / Casa Nexo

unnamed123

Fotografia Transversa / Fundação Vera Chaves Barcellos

1619634_640674999321043_1826536081_n

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.570 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: