Colóquio internacional de arte contemporânea e museus – Programação do dia 24

Local: Santander Cultural – Abertura oficial, conferências, palestras e fala do artista

Abertura oficial (10h-11h00)

Presidente do Ibram: José do Nascimento Júnior
Presidente da Funarte: Sérgio Mamberti
Secretário de Cultura do Estado: César Prestes
Diretora do Santander Cultural: Maria Bastos
Diretor da Casa de Cultura Mário Quintana: Luiz Armando Capra Filho

Conferência: Arte, museus e política: uma inevitável tensão (11h00 – 11h40)

Conferencista
Benoit de L´Estoile. Pesquisador do Centre National de la Recherche Scientifique – CNRS / Laboratório “Genêse e transformações dos mundos sociais”; professor-assistente em Antropologia Social e Sociologia na École Normale Supérieure – Paris, e Phd em Antropologia Histórica e Social; recentemente foi eleito para o Comitê Executivo da Associação Européia de Antropologia Social.

Mediação
Wilton Montenegro. Fotógrafo de inúmeros livros e catálogos de arte, dentro e fora do Brasil; é também artista e curador (ciclo de Debates Arte / Estado).

Debates (11h40 -12h00)

Almoço (12h00 -13h30)

Mesa 1: Arte, museus e política: uma inevitável tensão (13h30 -14h50)

Palestrantes
Marcio Doctors. Crítico de arte e curador da Fundação Eva Klabin e do Espaço de Instalações do Museu do Açude, é organizador e autor de inúmeras publicações de arte.

Cristiana Tejo. Coordenadora Difusão Cultural da Fundação Joaquim Nabuco – publicações, seminários, workshops e Concurso Mário Pedrosa de Ensaios sobre Arte e Cultura Contemporânea, foi curadora do programa Rumos do Itaú Cultura.
Paulo Bruscky. Artista voltado, desde a década de 1970, para as ações da vanguarda e do experimentalismo; tem realizado projetos de performance, instalação, intervenção, vídeo e linguagens multimídia. Em 1981, recebeu a Bolsa Guggenheim de Artes Visuais, residindo por um ano em Nova Iorque. Suas experiências com arte-correio, áudio-arte, vídeoarte, artdoor e xerografia/faxarte são consideradas pioneiras com relação à utilização de novos meios na arte brasileira. Possui ainda um importante acervo documental sobre as vanguardas artísticas do pós-guerra, tendo sido convidado a participar da ARCO 2008, Madri / Espanha, além de ser agraciado com uma sala especial na 16ª Bienal de São Paulo e com uma exposição retrospectiva intitulada “Ars Brevis” no MAC/USP.

Mediação: Leila Danziger. Artista graduada em Artes pelo Institut d´Arts Visuels de Orléans, é doutora em História Social da Cultura com tese sobre arte e monumento histórico e hoje leciona na UERJ e na PUC-RJ.

Debates (14h50-15h20)

Intervalo para café (15h20-15h40)

Mesa 2: Arte, museu e sociedade: palavras, gestos e ações (15h40 -17h00)

Palestrantes
Catherine Bompuis. Historiadora da arte e curadora, dirigiu o Fonds Régional d’Art Contemporain Champagne-Ardenne e fez parte da Delegação das Artes Plásticas do Ministério da Cultura na França.

Chus Martinez. Ex- diretora de Frankfurt Kunstverein (Alemanha) e da Sala Rekalde (Bilbao, Espanha), hoje é curadora-chefe do Museu de Arte Contemporânea de Barcelona e co-curadora da Bienal de São Paulo em 2010.

Anne Cauquelin. Professora emérita de Filosofia na Université de Picardie, dirige a Nouvelle Revue d’Esthétique e é Vice-présidente de la Société française d’Esthétique e membro de comitê de redação de numerosas revistas. autora de numerosas publicações, dentre as mesmas podemos destacar: Ensaio de filosofia urbana, Arte Contemporânea, Pequeno tratado de Arte Contemporânea, Arte do lugar comum, A invenção da paisagem, As teorias da arte, Frequentar os incorporais e Sitio e paisagem.

Mediação:
Cristina Freire. Mestre em Administração de Museus e Galerias de Arte pelaCity University, de Londres, e ex-coordenadora da Divisão de Pesquisa, Teoria e Crítica do MAC-USP. Atualmente é curadora do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo.

Debates (17h00 -17h30)

Local: Casa de Cultura Mário Quintana

Fala do artista (20h00 – 21h00)

Zeca Ligiero / performance. Ph.D pela New York University, é escritor, diretor e artista visual, além de diretor do Instituto Hemisférico de Performance e Política; é curador do Acervo Augusto Boal, na UniRio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: