Marcas Reveladas – Museu Nacional de Belas Artes


Os artistas responsáveis pela exposição Marcas Reveladas (Alexandra Morizot, Armando Barbosa, Bia Sasso, Rizza Conde e Roberto Tavares) oferecem ao público oficinas gratuitas que demonstram os princípios da gravura e suas inúmeras possibilidades, de 24 a 27 de agosto, no MNBA. Eles vão levar aos participantes a prazerosa experiência de fazer gravura,  uma arte fascinante. São oito workshops, intitulados Marcas Reveladas – Villa Venturoza, que prometem oferecer aos visitantes uma visualidade gráfica contextualizada com as obras expostas.
Em outro momento,  no dia 24 de agosto (terça-feira), será lançado um vídeo que irá integrar a exposição, com depoimento dos cinco artistas sobre os trabalhos da mostra, abordando a convivência no atelier, suas experiências com gravura, entre outras curiosidades. Além disso, no dia 28 de agosto (sábado), a partir das 14h, haverá o lançamento do catálogo de Marcas Reveladas, com texto do artista Rubem Grillo.

Workshops Gratuitos :

DESENHO CEGO em camadas e outras aplicações, com ROBERTO TAVARES.
Desenvolvimento de formas de impressão, utilizando o desenho livre como alavanca para resultados gráficos e lúdicos.
Dias 24 e 26 de agosto, das 11h às 13 h.

A DESCOBERTA DA IMAGEM, com ALEXANDRA MORIZOT E BIA SASSO
A oficina, através de fotografias de detalhes do Museu, inicia uma pesquisa com transferência de imagens com xerox e monotipias.
Dias 24 e 26 de agosto, das 14h às 16 h.

INCISÕES E INTERFERÊNCIAS, com ARMANDO BARBOSA
Utilização de processos diretos de gravação em suportes variados.
Dias 25 e 27 de agosto, das 11h às 13h

EXPERIÊNCIAS GRÁFICAS, com RIZZA CONDE
Demonstração do processo de transferência de gravação feita em linóleo, assim como utilizando imagens em acetato.
Dias 25 e 27 de agosto, das 14h às 16h.

Número máximo de participantes por dia (cada oficina): 12
Idade mínima de 12 anos.
Os interessados podem escolher um ou mais dias. As inscrições podem ser feitas pelo telefone 2219-8156 ou pelo e-mail comunicação@mnba.gov.br. Mais informações: 2219-8474, ramais 23 ou 29.

MNBA – Museu Nacioanl de Belas Artes
Av. Rio Branco,  199 – Cinelandia
cep: 20040-008
fone: (21) 2219-8474
fax: (21) 2262-6067
www.mnba.gov.br

Currículos resumidos dos artistas/ oficineiros:
Alexandra Morizot –
Cursou Educação Artística e Arquitetura nas Faculdades Integradas Bennett, pós-graduação em História da Arte e Arquitetura na PUC-RJ. Estudou desenho e gravura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e na PUC-Rio, estudou gravura com Thereza Miranda. Realizou exposições individuais no Centro Cultural dos Correios, RJ e na Galeria MW, Madrid. Atua também como professora de Educação Artística.
Armando Barbosa – Desenvolveu seus estudos em design de jóias, joalheria e gravação em metais na School of Jewellery da University of Central England em Birmingham, Inglaterra. Participou das coletivas “Cem Anos de Carlos Drummond de Andrade” e “Gravura em foco” no Centro de Artes Calouste Gulbenkian, RJ.  É professor de joalheria da Escola de Ourivesaria do SENAI, RJ e do Centro de Artes Calouste Gulbenkian, RJ.
Bia Sasso – Desde 1979, fotografa em diversas áreas, passando pelas artes cênicas e pelas artes plásticas. Na década de 80, começou a fazer gravura em metal no Museu de Arte Moderna, RJ e cursos de serigrafia e litografia na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ. Participou de várias coletivas, destacando-se “Pau, Pedra, Fibra e Metal” no Parque Lage, RJ.
Rizza Conde – Realizou sua formação artística na Escolinha de Arte do Brasil, com Augusto Rodrigues, no Núcleo de Atividades Criativas com Eduardo Sued, e em xilogravura, com Rubem Grilo. Realizou diversas exposições individuais, destacando-se: Museu Castro Maia, Chácara do Céu, RJ; Centro Cultural de Belém, Lisboa; Paço Imperial, RJ; Centro Cultural Recoleta, Buenos Aires; Consulado Brasileiro, Frankfurt; Museu Nacional de Belas Artes, RJ.
Roberto Tavares – Formado pela Escola de Belas Artes (UFRJ). Realizou exposições individuais no circuito SESC, Centro Cultural Cândido Mendes (Centro e Ipanema), Instituto Cultural Brasil-Argentina, Museu da República e na “Mostra Rio Gravura”, RJ. Entre as exposições coletivas se destacam: “Pau, Pedra, Fibra e Metal” e “Como vai você geração oitenta?”, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ; “Mínimo Múltiplo Comum” no Museu Nacional de Belas Artes, RJ.  Atualmente desenvolve a supervisão artística das Oficinas da Imagem Gráfica da EAV do Parque Lage.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: