Mesa-redonda e Lançamento de Catálogo “Videoresidência Território Expandido” / Galeria Mamute

?????
Data: 28 de junho de 2014, às 14h30
Local: Santander Cultural – Rua Sete de Setembro, 1028, Centro Histórico – Porto Alegre

No dia 28 de junho, a Galeria Mamute realiza mesa-redonda com os artistas integrantes do Núcleo de Vídeo RS Andreia Vigo, Nelton Pellenz e Walter Karwatzki e a curadora Niura Borges, que abordarão o processo criativo e as produções desenvolvidas para o projeto de residência artística  em vídeo da Galeria Mamute, a Videoresidência Território Expandido

Contemplado com o Prêmio Rede Nacional Funarte Artes Visuais 10ª Edição, o projeto abriu um espaço de inter-relações entre artistas e regiões do Brasil, no intuito de estimular a troca de conhecimento entre as diferentes produções e favorecer processos de criação coletiva em videoarte. O resultado da iniciativa, que contou ainda com palestras em sua programação, faz parte do DVD e do catálogo do projeto com lançamento neste mesmo dia. 

Galeria Mamute
Rua Caldas Júnior, 375, Centro Histórico – Porto Alegre
Visitação: ter a sex, 14h às 18h | sáb, 15h às 18h30

www.galeriamamute.com.br

Anúncios

seminário de Integração Cultural Brasil – Uruguai / Biblioteca Pública de Jaguarão-RS

image006image007

Lançamento do livro – A Palavra Esta com Elas / Subterrânea

 Lançamento e distribuição  do livro de entrevistas A PALAVRA ESTÁ COM ELAS

Mesa redonda

Maria Helena Bernardes | Bruna Fetter | Francisca Caporali | Samantha Moreira | Lilian Maus 

Performance de Fabiana Faleiros

Instalação de Olga Robayo

15 de maio, quinta-feira, a partir das 18h

 Subterrânea – Av. Independência, 745, subsolo Porto Alegre

??????????

Sobre os eventos

As atividades fazem parte do projeto “Atelier como espaço de conversa” e têm como objetivo refletir sobre a participação das mulheres nas artes visuais.

Às 18h inicia a mesa redonda com Maria Helena Bernardes (Arena, RS), Francisca Caporali (JACA, BH), Samantha Moreira (Ateliê Aberto, SP) e Bruna Fetter (RS), com mediação de Lilian Maus. As participantes falam sobre a atuação das mulheres no cenário artístico a partir de entrevistas que integram o livro lançado no mesmo dia.

Às 20h30 será lançado o livro de entrevistas A palavra está com elas: diálogos sobre a inserção da mulher nas artes visuais, com distribuição gratuita. Organizada pela artista e gestora Lilian Maus, a publicação bilíngue (português/inglês) foi realizada no primeiro semestre de 2014 e consiste em uma compilação de entrevistas realizadas pela jornalista Isabel Waquil com Glória Ferreira, Lia Menna Barreto, Vera Chaves Barcellos, Fabiana Faleiros, Beatriz Lemos, Maria Helena Bernardes, Francisca Caporali, Samantha Moreira, Bruna Fetter e Cristiana Tejo.

Às 21h30, após a mesa e a distribuição dos livros, a artista Fabiana Faleiros realiza uma performance na Subterrânea, em um ambiente específico criado pela artista colombiana Olga Robayo. Fabiana Faleiros e Olga Robayo também participam do projeto através de entrevistas para a publicação e site, respectivamente.

Para saber mais sobre o projeto, entrevistas e conteúdos, acesse: http://mulheresnaartecontemporanea.wordpress.com/

O projeto “Atelier como espaço de conversa” foi contemplado pelo Prêmio Mulheres nas Artes Visuais 2013, da Funarte em parceria com o Ministério da Cultura e a Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Os eventos têm entrada franca, assim como o livro terá distribuição gratuita.

Laboratório em Resisdência – Rural Scapes / Paço das Artes – Funarte

 

unnamed12

Marcelo Cipis: rostos a procura de um rosto / Complexo Cultural Funarte SP

Pablo Picasso e Diego Rivera,1987,óleo sobre tela_120X120cm

Pablo Picasso e Diego Rivera,1987,óleo sobre tela_120X120cm

A Funarte São Paulo apresenta a partir de 16 de Novembro de 2013 a exposição “Marcelo Cipis: rostos a procura de um rosto”, composta por uma série de trabalhos inéditos que une as artes visuais a literatura. Sob curadoria de Tobi Maier, a mostra debate a busca de autenticidade humana em pinturas, animações em vídeo e textos narrativos da arquiteta e escritora paulistana Joana Barossi que também contribui com o a arquitetura da exposição. Uma programação de palestras e oficinas de imagens relacionadas com a face humana  e literatura integram a exposição.

A seleção de obras em exibição retratam o rosto, emoções e sentimentos. Por meio de traços frágeis e cores potentes, elementos como boca, olhos, nariz e ouvido assumem expressividades complexas que produzem perguntas e emitem humores. Para narrar estas histórias e as possibilidades de leitura de cada rosto, a escritora Joana Barossi criou textos e jogos de palavras em analogia às obras e ao tema.

Para Marcelo Cipis, a seleção de obras exibidas nesta exposição potencializam a união das linguagens da pintura à literatura, trazendo um novo olhar sobre sua produção, pois além de discutir questões relacionadas ao universo da identidade, a exposição estabelece diálogos entre as práticas artísticas em que o artista transita desde 1977.

Selecionada pelo Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2013, a mostra  “Marcelo Cipis: rostos a procura de um rosto” se completa com uma série de atividades paralelas e uma publicação com textos do curador Tobi Maier, da escritora Joana Barossi e uma seleção de obras.

Programação:

16/11/13, às 14h – Vista-guiada com o curador Tobio Maier

30/11/13, das 11h às 14h – Bate-papo com o curador Tobi Maier e o editor Iuri Pereira (editora Hedra).

14/12/13, das 11h às 14h – Breakfast at Cipis: Café da manhã e workshop de pintura com o artista Marcelo Cipis.

Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2013

Marcelo Cipis: rostos a procura de um rosto

Abertura: 16 de novembro de 2013, às 14h

Período expositivo: 17/11/13 a 19/12/13

Local:

Complexo Cultural Funarte SP – Galeria Flávio de Carvalho.

Campos Elíseos: Alameda Nothmann, 1058, tel. (11) 3662-5177. Seg. a qui., 10h/18h; Sex. a dom., 15h/21h.http://www.funarte.gov.br. Entrada Franca.

Realização: Funarte, Ministério da Cultura e Governo Federal

Cinemáticos / Museu de Arte do Rio

1383868_10201633576374515_1224616119_n

Oficina de Capacitação Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais

 

image001

III Encontro Funarte de Políticas para as Artes – Porto Alegre

eflyer_RS-2A Região Sul é a próxima a receber o ciclo itinerante do III Encontro Funarte de Políticas para as Artes. A atividade será realizada na terça-feira, 14 de maio, na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre. Nessa etapa, os temas a serem discutidos serão políticas para as Artes Visuais, Música, Arte Digital, Dança, Teatro e Circo. Participam dos debates gestores, pesquisadores e artistas, alguns já contemplados em ações de fomento da Funarte, como Jussara Miranda, coreógrafa da Muovere Cia de Dança Contemporânea, e Luciana Prass, contemplada pelo Prêmio Funarte de Produção Crítica em Música.

Também estarão presentes o presidente da Funarte, Antonio Grassi e Fernando Cocchiarale, do Centro de Artes Visuais, além de gestores do Rio Grande do Sul, como Manoel Henrique Paulo, diretor da Casa de Cultura Mário Quintana e Breno Ketzer, da coordenação de Artes Cênicas da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre.

O III Encontro Funarte de Políticas para as Artes vem promovendo o diálogo sobre políticas culturais setoriais em todo o país, já tendo passado por Aracaju, Belo Horizonte e São Paulo. A proposta do ciclo é servir como plataforma permanente de avaliação das políticas públicas e troca de experiências com os diversos segmentos artísticos e novas etapas já estão sendo construídas para ocorrer nos próximos meses.

Confira abaixo a programação completa:

III Encontro Funarte de Políticas para as Artes – Porto Alegre
Data: Terça-feira, 14/05/2013
Local:
 Casa de Cultura Mario Quintana – teatro Bruno Kiefer
Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico de Porto Alegre
Horário: 13h às 18h

 13h – credenciamento

 14h às 16h – Diálogo 1: Artes Visuais, Música e Arte Digital
Antonio Grassi – Presidente da Funarte
Andreia Machado Oliveira – artista multimídia, doutora em Informática da Educação, membro do colegiado de Arte Digital, professora da UFSM;
Luciana Prass – contemplada Prêmio de Produção Crítica em Música 2012, doutora em etnomusicologia e professora UFRGS;
Manoel Henrique Paulo – Diretor da Casa de Cultura Mario Quintana e do Departamento Artístico Cultural da Secretaria de Cultura do Rio Grande do Sul;
Fernando Cocciarale – Centro de Artes Visuais/Funarte;
Ana Claudia Souza – Diretora Cepin / Funarte
Mediadora: Margarete Costa Moraes – RR MinC/RS

16h às 18h – diálogo 2: dança, teatro, circo
Jussara Miranda – proponente contemplada pelo Prêmio Interações Estéticas – dança, mestre em inclusão social e acessibilidade e diretora da Muovere Cia de Dança Contemporânea;
Dilmar Messias – Ator, diretor, fundador e integrante do Circo Girassol;
Breno Ketzer – Coordenação Artes Cênicas SMC POA, membro do conselho curador do 20º Porto Alegre em Cena – Festival Internacional de Artes Cênicas;
Fabiano Carneiro – Coordenação Dança / Funarte
Mediador: Marcelo Restori – Diretor do Instituto Estadual de Artes Cênicas

18h – Encerramento – coffee break

Mais informações:
cepin@funarte.gov.br
21 2279-8082

VETOR – Palestra do artista Ícaro Lira (CE) / Casa Paralela

icaro_lira_ave_bojuru

No dia 3 de abril (quinta-feira), às 19h, o artista cearense Ícaro Lira realiza uma palestra na Casa Paralela, emPelotassobre a residência artística realizada na região do litoral sul do Rio Grande do Sul. A pesquisa artística intitulada “Náufrago” integra o Projeto de residências VETOR, promovido pelo Atelier Subterrânea (Porto Alegre), através do Prêmio Rede Nacional 2012 (Funarte/MinC).
Durante o mês de março, Lira percorreu a região em uma espécie de investigação arqueológica focada nos elementos naturais e arquitetônicos dos locais, assim como nas mudanças ocorridas no ambiente. O litoral sul é palco de rotas marítimas e eventuais naufrágios, fatos que propiciam alterações espaciais e ambientais na costa. A partir desta ideia, o artista coletou objetos e fez diferentes registros durante o trajeto pelo território gaúcho. O percurso incluiu Tavares, Mostardas, Bojuru, São José do Norte, Rio Grande, a Reserva do Taim, a praia do Cassino, até a região balneária do extremo sul do país, no Chuí. Os registros e coletas resultantes do processo farão parte de uma exposição no Atelier Subterrânea em junho.
“Náufrago” é a continuação de uma pesquisa que Lira vem desenvolvendo em diferentes residências pelo Brasil, pautadas sempre por situações de deslocamento nas quais o olhar atento opera em fragmentos cotidianos. Em 2012, por exemplo, o artista percorreu de bicicleta uma distância de 600km entre a capital Fortaleza e a cidade de Juazeiro do Norte durante o projeto “Romaria”. Na viagem, ele também recolheu diversos elementos e fez registros em vídeos, cartas, fotos e desenhos de um percurso marcado pela presença da seca e de histórias de vidas presentes e passadas. É sobre esta ideia de percorrer distâncias e praticar a atenção para os elementos das histórias dos lugares que o artista fala na Casa Paralela, subsidiado por toda a experiência de um mês percorrendo o litoral sul do RS.
Sobre o artista:
Ícaro Lira tem 27 anos, nasceu em Fortaleza, e atualmente vive e trabalha em São Paulo. Tem formação em Cinema e Vídeo na Casa Amarela (Fortaleza-CE) e Montagem e Edição de Som, pelo Instituto de Cinema Darcy Ribeiro (RJ). Participou também dos programas Fundamentação e Aprofundamento na Escola de Artes Visuais do ParqueLage (RJ). Ícaro já realizou diversas exposições coletivas em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Lisboa e Buenos Aires. Em 2012, teve a primeira exposição individual intitulada “Meu Corpo, Minha Embalagem, Todo Gasto na Viagem” na Galeria SESC-Crato. Atuou em residências artísticas no Uruguai, em Minas Gerais, na Argentina e no Rio de Janeiro, além do PROJETO “ROAD”, que propõe uma itinerância pelo território brasileiro.
O QUE: Palestra de Ícaro Lira (CE), artista residente do Projeto VETOR (Atelier Subterrânea – Porto Alegre)
ONDE: CASA PARALELA ( Rua Uruguai 1577 – Pelotas/RS)
QUANDO: 3 de abril, quarta-feira, às 19h

Lançamento do Projeto VETOR / Subterrânea

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Contemplado na 9ª Edição do Prêmio Nacional Funarte Artes Visuais, o Projeto Vetor será lançado a público no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo) dia 16 de março, sábado, às 16h. O bate-papo contará com a presença do artista Ícaro Lira, primeiro selecionado para a residência artística na região do litoral sul do estado, e com os gestores do espaço (Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus e Túlio Pinto).

O projeto coloca a Subterrânea como um vetor de apoio a pesquisas artísticas no interior do Rio Grande do Sul feitas por artistas de outras regiões do Brasil. Foram selecionados três projetos para as regiões do Pampa, da Serra e do Litoral que serão realizados nos meses de março, abril e maio. Ao final de cada residência, será feito um compartilhamento das experiências na sede do Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), em Porto Alegre, assim como nas cidades em que a residência for executada. Foram selecionados Ícaro Lira (CE) para a região da Lagoa dos Patos, Luísa Nóbrega (SP) para o Pampa e Sara Lambranho(MG).

 

Saiba mais sobre os projetos selecionados:

Ícaro Lira: Projeto Náufrago / Região Litoral/ Período: Março

Em “Projeto Náufrago”, Ícaro Lira irá percorrer a região da Lagoa dos Patos em uma espécie de investigação arqueológica sobre os elementos naturais e arquitetônicos do local, assim como as mudanças que este sofre. Os constantes acidentes marítimos que provocam alterações no ambiente, desde novos faróis até adaptações da fauna local, sustentam a proposta de investigação e percurso, que irá espontaneamente contar com a presença de moradores da região. Serão resultantes deste percurso videos-diários, fotografias, catalogação dos “sítios arqueológicos”, cadernos de viagem e instalações com os objetos encontrados.

Luísa Nóbrega: Projeto Em nome do pai ou veemência, culto / Região Pampa / Período: Abril

“Em nome do pai ou veemência, culto” aborda a atuação corporal durante os cultos nas igrejas pentecostais e neopentecostais do Pampa, região que, segundo o IBGE, tem o maior número de evangélicos do estado. A partir dos registros feitos nas igrejas, a artista propõe uma série de outras atividades que se situam na intersecção entre arte e religião, como vídeo, oficina, performance e uma pequena publicação. Como se instauram e se modificam os lugares de fala durante o culto e de que maneira o corpo reage às interdições e prescrições feitas pela igreja são algumas das questões levantadas no projeto.

Sara Lambranho: Projeto Notícias de casa / Região Serra / Período: Maio

O projeto de Sara Lambranho tem como intuito construir um registro de memórias e representações através dos espaços de moradia de diferentes cidades da região da Serra. Utilizando a linguagem audiovisual, a artista irá capturar o interior de 10 casas em diferentes contextos socioeconômicos, intercalando som e imagem. Através do desvelar destas paisagens, “Notícias de Casa” constrói uma memória cotidiana das cidades, do seu dia-a-dia.

Lançamento do Projeto VETOR

Quando: 16 de março, sábado, 16h

Onde: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo)

O que: Bate-papo com Ícaro Lira (CE) e gestores da Subterrânea (Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus e Túlio Pinto).

 

 

Salão Xucumuis de Arte Digital – Inscrições Prorrogadas

535651_575395935816026_2098230274_n

www.salaoxumucuisdeartedigital.wordpress.com

 

Oficinas de Video Mapping / Barraco Estúdio – Galeria Mascate

69278_387022924730283_1025212606_n

Workshop Ativador de Espacialidade Temporárias / Santander Cultural

image

Vetor – Convocatória para Residências Artísticas no RS / Subterranea

vetor_capa

VETOR

CONVOCATÓRIA PARA RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NO RIO GRANDE DO SUL

INSCRIÇÕES ABERTAS DE 15 DE JANEIRO A 15 DE FEVEREIRO DE 2013, VIA EMAIL.

Através do Projeto VETOR, contemplado na 9a edição do Prêmio Rede Nacional Funarte Artes Visuais, o Atelier Subterrânea abre inscrições de âmbito nacional para a seleção de 03 propostas em residência artística (com duração de 30 dias), a serem realizadas no estado do Rio Grande do Sul, durante os meses de março, abril e maio de 2013.

Este edital abarca toda a diversidade de manifestações contemporâneas em Artes Visuais, tais como vídeo, fotografia, pintura, desenho, escultura, performance, instalação, etc. Serão privilegiadas as propostas que integrem ações que articulem arte e comunidade, independente de propósitos pedagógicos e que não coloquem em risco a segurança dos artistas, participantes e do público. Podem participar da seleção somente pessoas físicas residentes nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. No caso de coletivos, deverá ser inscrito o representante do grupo. As inscrições serão recebidas exclusivamente pelo e-mail vetor@subterranea.art.br , de 15 de janeiro a 15 de fevereiro de 2013.

MAIS INFORMAÇÕES:

vetor@subterranea.art.br

www.subterranea.art.br

Deslocamento F(r)icção / Palacio Capanema – Galpão PPGAV – UFRJ – Funarte

Corpo Cidade Ruína – oficina de experimentação e criação artísticas / Meme – Funarte

Programa de Estudos em Performance / Usina do Gasometro

Descontrole Remoto / Giro Pela Arte – Rede Nacional Funarte – 8ª edição.

A plataforma de arte “Descontrole Remoto” reúne uma série de atividades artísticas e de troca de informações entre mais de 20 artistas da performance de Curitiba (PR) e Natal (RN). O circuito itinerante de performance, intercâmbio e registro documental de atividades culturais foi contemplado no edital Rede Nacional Funarte Artes Visuais 8ª edição.

“Descontrole Remoto” tem como estratégia levar os artistas para ações itinerantes, em regiões geograficamente opostas às de suas origens. A ideia central é criar uma ação de performance, que possa mesclar intervenções de vários criadores e que seja móvel, em constante deslocamento, por ambientes públicos, e em contato direto com as comunidades locais.

O conjunto das ações vai gerar um documentário em video sobre a arte da performance e seus meios; a visão que se tem deste segmento nas cidades que recebem os trabalhos; os debates sobre os desenvolvimentos da arte contemporânea local/regional, além de registrar apresentações. O vídeo/documentário artístico será exibido dia 10 de Setembro, as 20:30h, simultaneamente na Cinemateca de Curitiba/PR e em Natal/RN.

Os vídeos vão apresentar um recorte do panorama da performance, nas duas cidades. O objetivo do “Descontrole Remoto” é mostrar as obras ao público e documentar seus efeitos. O projeto prevê, ainda, promover debates sobre os seguintes temas: as obras artísticas e os contextos locais em que se inserem; a relação entre estes ambientes e seus públicos; o circuito de arte emergente, as políticas públicas aplicadas a ele e suas perspectivas futuras. Os diálogos são chamados de “Conversas itinerantes” e também vão ser registrados em vídeo, fotografia, ou outros meios.

Os realizadores pretendem subverter o processo tradicional de curadoria, geralmente pré-definido: no projeto, o curador é o processo artístico em si. Os principais artistas envolvidos são: André Bezerra, Angelo Luz, Arthur do Carmo, Chrystine Silva, Felipe Cabral, Fernando Ribeiro, Janaína Spode (produtora), Luana Navarro e Yuri Kotke.

Descontrole Remoto – Performance, itinerância e lugar

de 10 a 31 de julho de 2012

Artistas: André Bezerra, Angelo Luz, Arthur do Carmo, Chrystine Silva, Felipe Cabral, Fernando Ribeiro, Janaína Spode, Luana Navarro e Yuri Kotke.

Locais:
NATAL:

CURITIBA:

  • Espaço Tardanza: Av. Senador Souza Naves, 530. Casa 3 / Alto da Rua XV – Fone: 041 3223 1053
  • Bicicletaria Cultural: Rua Presidente Faria, 226 – Centro. Fone: 41 9639 2079
  • Cinemateca: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco. Fone: 41 3321-3245

Projeto contemplado na rede Nacional Funarte Artes Visuais 8ª Edição

Realização: Giro Pela Arte , Angelo Luz e Coletivo ES3

Contato: Janaina Spode – produtora cultural

55 51 9990-0512 / 55 41 8735-6018  /  j_spode@hotmail.com / http://giropelaarte.blogspot.com/

Links do projeto: 

http://plataformadescontrole.wordpress.com/ ;

http://www.facebook.com/DescontroleRemoto ;

http://www.funarte.gov.br/artes-visuais/%E2%80%9Cdescontrole-remoto%E2%80%9D-circuito-de-performance-aproxima-as-regioes-nordeste-e-sul/

Caixas Pretas sobre Cubo Branco – Grupo Amplexo / Fotogaleria Virgílio Calegari – IEAVI – CCMQ

%d blogueiros gostam disto: